Já ouvi falar no Suspensus ou Pilates aéreo?

Ele ajuda a definir seu corpo e melhora sua postura.

Conteúdo by Kikos

De uma forma bem divertida chega o Suspensus conhecido como Pilates aéreo. Os exercícios dessa modalidade são praticados no ar, a modalidade usa balanço, lira e tecido para auxiliar nos movimentos.

O esporte foi criado no Brasil e utiliza até 5 plataformas aéreas para aumentar a dificuldade de cada exercício. Caso você tenha sofrido alguma lesão o Suspensus também irá ajudar na sua recuperação.

É a mistura de Pilates, circo, balé, fisioterapia e exercício funcional que alinha o corpo e atinge a musculatura mais profunda.

Não tem idade para começar a praticar o Suspensus, todos seus movimentos podem ser adaptados, fazendo com que todas as idades possam ingressar no esporte. Caso seu objetivo seja emagrecer, ele coloca um circuito mais intenso que irá acelerar a frequência cardíaca e gastar mais calorias.

Os exercícios de suspensão trabalham nossa força, resistência, flexibilidade e alinhamento da postura. Veja abaixo alguns exercícios e aparelhos usados nos suspensus.

Air Mat:  

É usada uma plataforma quadrada, e dificulta muito mais os agachamentos e os abdominais, além de trabalhar o equilíbrio.

Columpio:

Esse aparelho ajuda a superar o medo de altura, fortalece os músculos do corpo, serve como apoio para você corrigir alguns movimentos que não consegue realizar sozinho como o afundo simétrico.

Lira:

Conhecido como bambolê de circo esse acessório acrobático ganha a função principal de melhorar sua postura e fortalecer seus músculos. Como se mexe muito o bambolê, ele transforma qualquer movimento pequeno em algo desafiador.

Power Balance:

Parece coisa de criança, mas o power balance são exercícios realizados em cima ou em baixo do balanço. Para esse exercício você precisara de muita resistência muscular, pois esse movimento exige muita força e equilíbrio.

Power Cord:

A fita suspensa ou TRX passou a ter um novo estágio de dificuldade, ela é presa por roldanas, se torna mais instável, e obriga a quem participa usar mais força para realizar seus movimentos

Conhecido como um esporte complexo e desafiador, o Suspensus já está instalado em diversas academias de Pilates, que tal procurar uma próxima de você?

Aproveite também e entre na Kikos e conheça nossos produtos para melhorar sua vida fitness. Acesse www.kikos.com.br ou ligue para (11) 3097-8292

Você conhece o Crew de Corrida?

Conheça esse grupo que chegou ao Brasil e descubra como você também pode fazer parte.

Conteúdo by Kikos

Grupos que se organizam para correr ou treinar para uma competição não é novidade. Então qual seria a grande diferença desse novo grupo que chegou agora ao Brasil chamados de Crew de corrida ou como alguns chamam Running Crew?

A primeira coisa a se saber desse grupo é que o foco deles é percorrer as ruas das cidades de uma forma diferente, não existe competição, tudo é feito de uma maneira mais leve. O foco é que cada pessoa que participa precisa descobrir o esporte dentro dela.

Eles querem que você encare esse esporte de um novo jeito. No Brasil o movimento já se espalhou por São Paulo e Rio de Janeiro e como ele está crescendo de maneira bem rápido, em pouco tempo já estará espalhado pelo país inteiro.

Mas quais as vantagens de participar do grupo:

Para participar precisa somente de um tênis de corrida. Normalmente quem costuma correr, prefere correr em algum parque ou clube. As Crews propõem algo diferente, elas reúnem as pessoas de maneira gratuita, reúnem quem mora mora perto do bairro para correrem pelas próprias ruas da cidade. Se torna uma ferramenta para cuidar da própria comunidade e os moradores acabam conhecendo novos pontos de comércio, arte e lazer.

Muitos não correm para ficar fitness, mas optam pelo esporte para conhecer melhor seu bairro, fazer novas amizades, explorar novas partes e principalmente se divertir.

Se alguém quiser competir estará procurando o lugar errado, o Crew não é feito para competidores, não importa se a pessoa que participa é rápida ou não, o que realmente importa é se ela está se divertindo e feliz em fazer parte daquele grupo. O grupo se torna um grande motivador, pois um vai ajudando e apoiando o outro. Os novatos se sentem motivados a incorporar ao grupo, devido a simpática e companheirismo dos mais antigos.

E não existe nenhuma distinção no grupo, não importa se você é gordinho ou magro, o essencial é cada um se sentir bem do jeito que é.

Para você que já pratica ou pretende praticar o esporte, venha conferir na Kikos alguns acessórios e aparelhos que irão completar seu treino. Acesse: http://www.kikos.com.br/ ou ligue para (11) 3097-8292

Você conhece o Retrofit?

O conceito se destaca cada dia mais entre os condomínios antigos.

Não existe a sala fit no seu condomínio? Você gostaria de aproveitar ela quando está com pouco tempo para ir à academia, porém não usa os aparelhos da sala pois eles estão muito velhos e o prédio não é mais como antigamente? A fachada do prédio não é mais a mesma de quando você se mudou? Os elevadores e as instalações deram uma deteriorada devido ao seu tempo de vida estendido?

Existe uma solução simples para esses problemas, a novidade no mercado é o retrofit que consiste em conservar a estrutura original do edifico acrescentando a ela materiais e equipamentos modernos. Aumentando dessa maneira o valor do patrimônio e a qualidade de vida de quem mora no local.

Retrofit é a restauração do imóvel à sua condição original ou da sua reforma utilizando aparelho modernos e criando melhorias. Dessa maneira aumenta a vida útil do local.

No Brasil ocorreu um crescimento do retrofit nos últimos anos como opção de conservação e melhoria do patrimônio. Com seus avanços tecnológicos sem desfigurar os projetos arquitetônicos originais e seu preço atraente em relação a reconstrução do prédio acaba se tornando uma ótima opção para os condomínios.

O retrofit deve ser aplicável quando a recuperação reduz custo em comparação a uma construção nova. No caso de uma edificação histórica, essa intervenção cria condições para novas funções e facilita o seu uso. Retrofit tem o sentido da renovação, diz o Secovi, onde o retrofit exige que se encontrem soluções integrais para as fachadas, instalações, elevadores, proteção contra incêndio e outros itens.

O processo também é visto com bons olhos pelo lado da sustentabilidade, não só pela reciclagem e reutilização de materiais que ocorre durante as obras mas também porque possibilita a inserção de tecnologias sustentáveis.

Para a melhoria dos aparelhos do seu prédio acesse a Kikos http://www.kikos.com.br/ ou ligue para (11) 3097-8292

Você sabe como treinar usando o Kettlebell?

Esse acessório oferece diversos benefícios para seu treino.

Para você que deseja secar uma opção é adicionar o kettlebell a sua rotina diária de exercícios. Ao contrário dos halteres esse equipamento pode ser usado de diversas formas dinâmicas, treinando várias partes do seu corpo simultaneamente.

Os exercícios feitos com o uso do peso exige três músculos: o abdômen, a lombar e a bunda e devem ser praticados em uma velocidade controlada.

Algumas regras devem ser lembradas ao praticar essa modalidade:

  1. Mantenha sempre contraído o abdômen, lombar e bunda.
  2. A carga deverá ser aumentada de forma progressiva e somente quando o movimento realizado esteja sendo executado com perfeição.
  3. Faça os exercícios de uma maneira mais lenta que na musculação.

Ao realizarmos as tarefas com o kettlebell acabamos por treinar diversos músculos devido a força usada para controlar o peso. As séries costumam ter um grande número de repetições, potencializando assim o exercício.

Caso escolha treinar somente com o Kettlebel, é possível, porém tome cuidado devido a força inserida em seus ombros. É aconselhável ter uma alternativa para que o kettlebell não acabe sendo o seu único treinamento, dessa maneira pode-se ter uma maior rotatividade de exercícios e evita que algum musculo fique cansado.

Segue abaixo dois exercícios que podem ser praticados com o kettlebell:

Swing com Kettlebell:

  1. Comece com os pés um pouco mais abertos do que a distância das ancas e aponte os dedos dos pés para fora.
  2. Pegue um único kettlebell com as duas mãos, com uma ligeira curva nos joelhos e empurre as ancas para trás, semelhante a um agachamento.
  3. Mantenha os braços ligeiramente soltos, em um movimento, leve o kettlebell para trás através das suas pernas e, em seguida, conduza as ancas para a frente e leve o kettlebell para cima com os braços esticados ao nível dos olhos.
  4. Permita que o peso balance facilmente de volta para a próxima repetição.

Peso-Morto com Kettlebell:

  1.  Comece com um único kettlebell na sua frente no chão – mantendo uma ligeira curvatura nos joelhos, pés ligeiramente voltados para fora e também um pouco mais abertos do que a largura dos ombros.
  2. Agache-se, mantendo as costas e os abdominais rígidos, segure o kettlebell e fique em pé direito empurrando as ancas e comprima os seus glúteos durante o movimento.
  3. Mantenha as costas direitas e o peito para cima durante o movimento e tente manter o peso perto das suas pernas no movimento para cima e para baixo, quase arrastando-o para cima e para baixo das pernas.
  4. Execute o movimento no sentido inverso até o kettlebell tocar no chão – isso será uma repetição.

Na Kikos você pode encontrar diversos modelos de Kettlebell que variam de 4 kg a 24 kg, dessa maneira você pode escolher o que melhor se adapta ao seu treino, o peso ele é recomendado para o uso residencial, ou em salas de ginástica de condomínios e academias.

Acesse para saber mais: http://www.kikos.com.br/ ou ligue (11) 3097-8292. E não esqueça de procurar seu médico e personal para que eles possam auxiliar na prática do exercício e movimentação.

Elíptico! Equipamento de baixo impacto com ótimos resultados.

Alto gasto calórico que fortalece os membros superiores e inferiores ao mesmo tempo.

Conteúdo by Kikos.

O elíptico é um equipamento prático, seguro e com design arrojado que simula caminhada e corrida. Seus movimentos são conhecidos como elipse, os pés e braços descem e sobem indo para frente e para trás e seus pedais controlam os impulsos através de uma roda de inércia que controlam os passos. A movimentação é feita através dos pés que se mantêm nos pedais.

É considerado como exercício de baixo impacto por ter menos pressão sobre as articulações, mas com uma maior queima de calorias em relação a esteira ou bicicleta ergonômica, seu diferencial é que gera um alto gasto energético em pouco tempo de atividade e fortalece os membros superiores e inferiores ao mesmo tempo por completo. O treino feito com o elíptico é ótimo para a evolução do condicionamento físico, é benéfico para a sua musculatura, favorecendo a resistência e induzindo ao alinhamento correto do corpo.

A passada maior gera a sensação de uma caminhada mais natural e com mais conforto.

Ao programar o equipamento para início de treino regule de acordo com o seu objetivo, carga maior para treinar e tornear músculos e carga menor para perda de calorias. Quanto mais curto for a duração do exercício e maior carga utilizada, melhor será o seu resultado.

Os equipamentos elípticos são usados nas academias, salas de ginásticas em condomínio e também de uso residencial, ocupam pouco espaço e pode fazer parte da decoração da sua casa para aqueles dias que você não está disposta a ir para a academia.

Você conhece os equipamentos Kikos? Visite nosso site e confira a ampla linha de equipamentos e assessórios.

A Kikos é pioneira em equipamento fitness e tem diversos modelos de elípticos. Acesse http://www.kikos.com.br/ ou ligue para (11) 3097-8292.

Cuidados:

  • Os joelhos devem sempre apontar para frente durante o treino;
  • Mantenha os calcanhares apoiados no pedal
  • A coluna deve se manter ereta
  • Trabalhe cargas, intervalos e velocidades diferentes
  • Não pegue pesado no treino, aumente de forma consciente

Show Liga Retrô. Paulo Ricardo, Ritchie, Kiko Zambianchi, Virginie e George Israel.

Pock Rock dos anos 80 em grande encontro.

Conteúdo by Kikos.

Encontro inédito acontece no dia 24.06 com Paulo Ricardo , Ritchie, Kiko Zambianchi, Virginie e George Israel. O encontro acontecerá na Áudio Club e a noite será dedicada para os 30 anos dos lançamentos de seus maiores sucessos.

A Liga Retrô é produzida e idealizada por José Renato Bonvetti e a Angélica Lira, com o intuito de reunir os maiores nomes do pop dos anos 80. A ideia desse projeto é apresentar ao público os grandes sucessos do passado. Esperem por acontecimentos inesperados durante o show.

Os artistas escolhidos para o show são reverenciados até hoje, eles revezarão o palco e a todos foi dado a liberdade para realizar a sua apresentação como achar melhor, sem restrições na direção ou tempo nas músicas.

Venha ver o seu ídolo do pop rock em um show memorável:

  • Sábado, 24 de junho, às 22h
  • Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694, Água Branca, São Paulo
  • Ingressos: entre R$60 e R$200
  • Vendas online: http://bit.ly/2qG0Xj6
  • Telefone: 11 3862-8279
  • Site: www.audiosp.com.br
  • Capacidade: 2500 pessoas
  • Classificação etária: 18 anos

 

A Kikos tem orgulho de apoiar esse projeto. Para conhecer mais sobre a Kikos acesse: http://www.kikos.com.br/ ou ligue (11) 3097-8292.

 

Você conhece o líquido que é um santo remédio para o corpo?

Quantos litros de água você toma por dia?

Conteúdo by Kikos

Diversos médicos têm opiniões variadas sobre quantos líquidos de água cada pessoa deve beber por dia.  Alguns alegam que quanto mais água você beber melhor, outros acreditam que não é necessário ingerir os 2 litros de água recomendados.

O consumo diário da água ajuda o corpo a obter um melhor funcionamento, previne alguns problemas de saúde e deixa a pessoa mais “bonita”. A água é de suma importância para o nosso corpo, ela regula a nossa temperatura e auxilia no sistema circulatório.

Se você quer descobrir a quantidade exata de água que deve ser ingerida por dia é bem simples, você precisa somente multiplicar seu peso por 0,03. Porém é importante lembrar que esse é um cálculo geral e a quantidade exata de água a ser ingerida varia de pessoa para pessoa.

Os médicos que acreditam que quanto mais agua ingerida melhor alegam que isso faz com que seu corpo controle a pressão sanguínea, previna câimbras, proteja o coração, melhore o funcionamento do intestino, aumente a resistência física, limpe o organismo, proteja contra pedra nos rins, melhore o transporte de nutrientes, ajude a emagrecer, proteja os olhos, absorva as vitaminas com mais facilidade e mantenha a pele jovem.

Já os médicos que acreditam que não seja necessário tomar tanta água por dia alegam que não existe uma documentação séria que apoie o consumo de água “exagerado”. Acreditam que essa informação pode ser excessiva caso a pessoa for um adulto, saudável com vida sedentária. Alegam que a informação de beber 8 copos de água (2 litros) pode se tornar prejudicial à saúde levando em conta o risco de uma eventual hiponatremia (baixa concentração de sódio no sangue).

Para quem tem curiosidade sobre esse tema, segue o link do trabalho intitulado “Tome pelo menos oito copos de água. Sério? Existe evidência ciêntifica?” “Drink at least eight glasses of water a day.” Really? Is there scientific evidence for “8 × 8”? http://bit.ly/2rUbxa6

Porém lembre-se que após a prática de exercício, o corpo precisa ingerir líquidos, é nesse momento em que estamos mais dispostos a tomar água, nessa hora não existe barreiras para ingerirmos o líquido, diferentemente do que acontece quando estamos parados.

E você ingere quantos líquidos de água por dia? Acredita que podemos ingerir menos de 2 litros por dia? Prática exercícios regularmente e sente um aumento na quantidade de água ingerida? Ou gostaria de praticar exercícios com uma maior frequência.

Acesse a Kikos e veja novas opções para seu treino http://www.kikos.com.br/?gclid=CJHE44m1mtQCFVQIkQodGFgMjA ou ligue para (11) 3097-8292

 

Novidades nos Condomínios e Clubes.

Zumba, yoga, pilates, muay thai, balé, entre muitas outras modalidades começam a fazer parte da rotina das academias em condomínios.

Segurança, comodidade e economia são as palavras mais importantes para quem mora em um condomínio.

Antigamente para realizar alguma atividade ou esporte, era necessário que você se locomovesse até uma academia, porém cada dia que passa temos novas opções na vida de quem mora em condomínio.

Com esse pensamento e uma análise de mercado, enxergamos um crescimento em relação as empresas especializadas em assessoria esportiva voltadas para o empreendimento residencial.

Com o intuído de levar conforto e economia para os moradores, essa opção acaba sendo um grande facilitador. Com preços que variam entre R$ 40,00 e R$ 150,00 mensais por apartamento, existindo uma variação de condomínio para condomínio, pois, quanto mais apartamentos no local, menor o preço por família.

Normalmente é estipulado um preço fixo por apartamento e a decisão é tomada entre todos os moradores. As aulas são variadas em até 20 modalidades e o espaço utilizado é de uso público do condomínio.

Para quem não possui tempo hábil de ir para a academia essa é uma opção muito boa para que a pessoa possa praticar algum tipo de exercício físico.

O custo da empresa contratada acaba sendo baixo, já que ela gasta somente com os profissionais responsáveis pelas suas modalidades. Já o espaço é do uso do condomínio não existe o pagamento de aluguel e os aparelhos também ficam a cargo do prédio. Por isso que cada local tem um direcional diferente, pois depende da estrutura e aparelhos fornecidos.

Alguns esportes que estão presentes:

  • Rúgbi
  • Parkour
  • Jiu-Jítsu
  • Musicalização
  • Brincadeiras populares, como amarelinha, pega-pega e rouba-bandeira
  • Pilates
  • Yoga
  • Danças
  • Ginástica

Com tudo isso o espaço acaba se tornando familiar, já que o local pode ser usado pela família inteira, aumentando o conforto aos participantes e deixando mais intimista.

Conheça a linha de equipamentos e acessórios para salas fitness de condomínio da Kikos e saiba mais dos aparelhos disponíveis em nossas lojas: http://www.kikos.com.br/

Verdade ou Mentira? É Preciso correr/caminhar mais de 45 Minutos para emagrecer.

Quantos minutos deve-se correr/caminhar para começar a emagrecer?

Conteúdo by kikos

A primeira coisa que toda pessoa que deseja emagrecer deve saber é que a corrida combinada com uma dieta balanceada irá realizar sua meta com maior facilidade e velocidade. É necessário se lembrar que a base de um treinamento é a alimentação, ela que ditará uma parte dos resultados.

Especialistas aconselham correr pelo menos de 3 a 4 dias por semana, somando no total uma quantidade entre 8 e 12 quilômetros. Porém, é muito importante que você pratique o exercício pelo menos 45 minutos, somente assim será possível realizar a queima de gordura real.

É importante que a perda do peso ocorra de maneira lenta. Quando acontece a perda de maneira rápida e acelerada, a pessoa acaba desistindo do esporte, pois, sua meta é alcançada.

Para quem ainda não tem o costume e o habito de correr, o indicado é que essa pessoa comece fazendo pequenas caminhadas e a longo prazo ela pode aumentar a carga de seu exercício com pequenos trotes, até que ela chega a corrida e ao exercício de alta intensidade.

Podemos concluir que para realizarmos a diminuição do peso, o aconselhável é correr/caminhar em um ritmo lento, utilizando um tempo maior e dando mais importância a distância no lugar da velocidade. Caso sua meta for a de ganhar musculatura, o trabalho precisa ser mais explosivo, com uma distância menor e mais acelerado. Porém, antes de começar a praticar o esporte você deve consultar o seu médico para que ele possa indicar uma dieta junto com os exercícios que deverão ser feitos.

E para você que deseja começar a praticar esse esporte e prefere correr no conforto da sua casa, a Kikos Fitness Store, acabou de lançar a nova esteira E500IB – Bivolt.

Ideal para residências pois, possui um sistema dobrável com rodas. Tem como diferencial sua praticidade para deslocamento e armazenamento. É recomendada para quem deseja caminhar, correr, auxiliar seu condicionamento físico ou emagrecer. É recomendável para usuários de até 100 kg.

Características:

Área de corrida/Manta                               105 x 33 cm

Programas                                                      P1-P9 / 3 programas pré-definidos

Acessórios                                                      Dois porta copos

Velocidade                                                     1 a 9 km/h

Motor                                                              2 HPM 

Voltagem                                                        Bivolt

Garantia                                                          2 Anos na estrutura. 1 ano nas demais partes

Para saber mais acesse: http://bit.ly/2s4fq8Z

Farinha de Maracujá

Nova Farinha no Mercado!

Contéudo by kikos

Com certeza você já ouviu falar de farinha de linhaça, quinoa, soja preta, feijão branco, banana verde e berinjela. Mas você conhece a farinha de maracujá?

Hoje vamos falar dessa nova farinha que chegou a pouco tempo ao conhecimento público. Ela é feita da parte branca do maracujá e é composta de muitas fibras, “duas colheres de sopa de farinha de maracujá contêm 74% das fibras que devemos consumir ao dia”.

A farinha pode ser misturada nas principais refeições, podendo ser acrescentada a sucos e iogurtes. Ela impede a absorção da gordura dos alimentos, pois é rica em pectina (fibra natural que é encontrada nas paredes celulares das plantas e atinge concentrações elevadas nas peles dos frutos), além disso, ela impede a liberação de uma quantidade excessiva de insulina. Quando transformada em farinha ela age como inibidora da fome, assim que atinge o estômago, pois, se transforma em um gel no intestino.

Inicialmente a farinha de maracujá foi utilizada para controlar a glicemia, mas como ela também atua no metabolismo das gorduras e no processo de saciedade, ela começou a ser utilizada para o auxílio ao emagrecimento.

Quem ficou com vontade de experimentar essa farinha?

E lembrando que obter um resultado completo, é necessário que exercícios acompanhem sua rotina diária, consulte seu médico para que ele indique a melhor dieta.

A Kikos oferece diversos equipamentos e acessórios para a sua atividade física, consulte o site: www.kikos.com.br e escolha o que mais combina com você.

Batata doce recheada com legumes, refeição saudável e saborosa.

Por Conteúdo Kikos

A batata doce é conhecida como a queridinha da galera Fitness por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico, ao comer dá saciedade e faz com que o organismo não acumule gordura localizada. Ótima opção para uma refeição pós-treino por ter uma grande fonte de energia. Na verdade a batata doce funciona como fibra que ajuda também na saúde intestinal.

Ensinamos abaixo um prato gostoso para ser feito com a batata doce, saudável e ótima opção para o almoço ou jantar, uma forma de manter a dieta comendo algo saudável com gostinho diferente. O segredo de comer corretamente é escolher os alimentos saudáveis e usar a criatividade, dessa forma nada ficará “enjoativo” e você conseguira manter o seu foco no objetivo de perder peso ou somente em ter hábitos saudáveis.

Vamos lá? Anote e confira mais essa delicia.

 

Batata doce recheada com legumes

INGREDIENTES

4 batatas doces limpas

½ colher de sopa de margarina light

2 colheres de leite desnatado

1 ovo batido

1 cenoura

1 abobrinha

1 tomate

2 colheres de parmesão ralado

1 dente de alho picado

½ cebola picada

Sal a gosto

 PREPARO

Batata

Fure a casca das batatas com um garfo. Disponha-as em uma forma e asse em forno médio (170 ºC a 190 ºC), preaquecido, até ficarem macias. Vire-as de lado durante o tempo de cozimento. Retire as batatas do forno e corte-as ao meio. Raspe a polpa com uma colher e amasse até formar um purê e separe.

Legumes

Em uma panela coloque ½ colher de margarina light, 1 dente de alho, ½ cebola picada, 2 colheres de leite desnatado, cenoura, abobrinha e o tomate e refogue com sal a gosto, após refogado junte o purê retirado da polpa da batata doce e misture.

Recheie as batatas com esse refogado de legumes e regue com o ovo e polvilhe com o queijo.

Leve ao forno médio para gratinar e sirva quente. (caso queira salpique salsinha em cima fica ainda mais saboroso)

 

Tempo: 50 minutos

Número de porções: 04

Grau de dificuldade no preparo: Fácil e prático

By Kikos Fitness

www.kikos.com.br

Seu treino em casa. Conheça a academia de porta Kikos.

Por conteúdo Kikos.

Sem tempo para ir para academia? Chega de desculpas e treine no conforto da sua casa.

Os exercícios feitos em casa têm a mesma qualidade dentre as inúmeras razões favoráveis, citamos: você faz o seu horário, escolhe as suas músicas e monta o seu treino conforme a sua necessidade. Crie sua rotina de treinos e foque no seu bem-estar, conheça a academia de porta Kikos. Prática, um ótimo equipamento para alinhar suas expectativas funcionais.

Os exercícios feitos com os elásticos da academia de porta Kikos trabalham o corpo como um todo e potencializa o seu treino, exercícios de musculação + treino funcional recrutam mais a fibra muscular e são tão eficientes quantos os exercícios feitos na sua academia.

É comprovado que os exercícios físicos com regularidade são benéficos para saúde e para a vida.  O treinamento com a academia de porta Kikos exercita todos os grupos musculares, ótimo para manter a massa muscular e evitar o ganho de gordura, possui elásticos que tencionam a resistência do exercício indicado para fortalecimento ósseo.

Um equipamento para uso em sua residência. Agora não tem mais desculpas: treine com segurança e praticidade. A academia de porta Kikos possibilita a prática de mais de 200 tipos de exercícios, tem 90 kg de resistência e a sua instalação é simples, ela vem com o quadro e os cabos de alimentação pré-montados e pode ser instalada com facilidade em qualquer porta.

Trabalhe um cabo de força de cada vez ou vários cabos de força de uma só vez para a máxima resistência muscular, você também pode aumentar a sua intensidade, amplitude de movimento e desenvolvimento muscular, alterando a sua postura ou a posição das mãos.

Com a academia de porta você trabalha: Bíceps, Tríceps, Peitoral, Dorsal, Abdominal e Pernas.

Um equipamento completo para intensificar o seu treino com segurança no conforto da sua casa.

Dicas para um treino seguro:

  1. Certifique-se de que a academia de porta Kikos esteja devidamente montada antes de usar.
  2. Feche bem a porta na qual a academia de porta Kikos está montada antes de executar qualquer exercício. Certifique-se que outras pessoas não possam abri-la enquanto a academia de porta Kikos esteja em uso.
  3. Recomenda-se realizar todos os exercícios da academia de porta Kikos sobre uma superfície plana.
  4. Não use a academia de porta Kikos muito próximo a outras pessoas ou obstruções.
  5. Durante o uso, as roldanas podem estar quentes ao toque. Tenha cuidado.

Assista ao vídeo e comprove os inúmeros exercícios propostos.

Compre agora a sua academia de porta e comece o seu treino de forma segura e no conforto da sua casa. Não deixe de ver o nosso vídeo e certifique-se sobre os inúmeros benefícios que o equipamento irá proporcionar ao seu treino. www.kikos.com.br

A Kikos também oferece a opção da academia de porta light, não deixe de conferir.

Kikos Fitness – #CadaMovimentoVale

#CadaMovimentoVale, um manifesto por uma vida mais saudável!

Equilibrar todas as tarefas da rotina e manter hábitos saudáveis é um grande desafio. E foi pensando nisso que criamos o #CadaMovimentoVale. Todo e qualquer movimento em direção ao seu bem-estar e à sua saúde valem à pena. Você não precisa ir na academia 7 dias por semana, nem viver de dietas radicais. Se o maior desafio é tentar viver de forma saudável e equilibrada, assim que devemos agir. Correto?

Qualquer atitude para melhorar sua rotina é válida. Começar a praticar um exercício do seu gosto (academia, dança, natação, luta), fazer melhores opções na alimentação, procurar profissionais qualificados para te ajudar (nutricionistas, cardiologistas, endocrinologistas, educadores físicos) são atitudes fundamentais para melhorar seu estilo de vida. Pode ser que de um dia para o outro, você não mude sua vida completamente, mas é fundamental começar e manter o equilíbrio.

Você não precisa mudar sua rotina drasticamente, pois pode não se acostumar e não de adaptar. O importante é fazer escolhas melhores e se manter em movimento. Cada movimento em prol da sua felicidade é muito bem-vindo.

Pense sobre você e em como poderia cuidar ainda mais da sua saúde, de um jeito seu, que caiba no seu dia a dia. Defina seus objetivos, por mais simples que eles sejam, e seja mas feliz 🙂

Ser saudável é isso. Realizar os movimentos possíveis para ter mais saúde e bem-estar.

#CadaMovimentoVale

 

CadaMovimentoVale Insta

Veja Como Era Uma Academia Décadas Atrás

Academias surgiam por afinidade, mas seus proprietários se renderam ao mundo dos negócios.

A preocupação com a saúde e com a estética leva um número cada vez maior de pessoas às academias de ginástica. Essa demanda ocasiona, evidentemente, um crescimento desse segmento no mercado. Há no Brasil 18.195 academias em funcionamento, com 5.458.500 alunos, o equivalente a 2,83% da população, segundo pesquisa realizada pela Global Report IHRSA (The International Health, Racquet & Sportsclub Association) e pelo Instituto Fitness Brasil.

A mesma pesquisa mostra que, em 2008, havia 12.682 academias no País, com um total de 3.948.000 membros. Informações importantes também estão sendo reveladas por meio de estudo sobre o cenário das academias brasileiras, realizado pela Escola de Educação Física e Esporte, da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com o Instituto Fitness Brasil.

Intitulada “Caracterização e Tipologia de Academia de Fitness e Wellness no Brasil”, a pesquisa servirá como fonte para empresários do setor e educadores físicos. A área das instalações, quantidade de funcionários, faturamento e oferta de atividades estão entre os critérios considerados nessa pesquisa on line, respondida por 263 gestores, entre agosto e setembro de 2010.

A maioria das academias foi classificada como micro (25%), pequenos (31%) e médios (32%) empreendimentos. Segundo o estudo, 67% das academias, hoje, estão localizadas em ruas, 4% em centros comerciais, 3% dentro de empresas e apenas 1% em condomínios residenciais; os 25% restantes estão em outras localizações. Entre as novidades apontadas, está a de que os empreendimentos oferecem, cada vez mais, atividades diversificadas para públicos segmentados como mulheres, idosos, crianças e pessoas em reabilitação.

A caracterização e a classificação das academias foram concluídas. A ideia é continuar com os estudos, já que o mercado é emergente e oferece muitas oportunidades de negócios. “O desafio principal para o empresário está na oferta de instalações, serviços de qualidade e bons profissionais”, avalia a responsável pela pesquisa, Flávia da Cunha Bastos, professora do Departamento de Esporte da Escola de Educação Física e Esporte da USP.

Evolução
No século passado, quando surgiu no Brasil a primeira academia de ginástica, nem se pensava em estudos detalhados. A professora Gretch Hillefeld foi a responsável pela implantação da primeira academia de ginástica no País, em meados de 1930. O lugar escolhido foi o Bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro/RJ.

A professora se fundamentava no método de Ginástica Analítica, com adaptações às necessidades e características do povo brasileiro. Como os primeiros professores de ginástica de academia no Brasil eram estrangeiros, no início a atividade sofreu influências europeias da Ginástica Rítmica de Dalcroze, do ballet e da dança moderna. Com o tempo, esse quadro foi modificado e os trabalhos se adequaram às necessidades dos brasileiros.

A partir de 1940, delineou-se o modelo de academias de ginástica atual, com base na ginástica, lutas e halterofilismo ou culturismo. O desenvolvimento das academias de ginástica apresenta três estágios, segundo estudos do mestre em Educação pela Universidade Federal de Goiás, Roberto Pereira Furtado.

No estágio inicial era comum que a afinidade com a área fosse a principal motivação para a implementação das academias, instaladas principalmente nas capitais brasileiras próximas ao litoral, em especial Rio de Janeiro e São Paulo/SP. Foi a partir dos anos 50 que as academias começaram a se expandir para outras capitais brasileiras e para cidades de médio porte no interior do País.

Com o processo de concentração do capital, a divulgação do halterofilismo e das academias de ginástica nos filmes protagonizados por Arnold Schwarzenegger, e as competições de fisiculturismo nos âmbitos regionais, nacionais e mundiais, entre outros, as academias foram crescendo. As pessoas passaram a procurar mais pelas academias, que ainda prezavam pelas especializações.

Era possível encontrar as academias de halterofilismo, as de ginástica, as de lutas, as de natação, mas também já começava a surgir academia com mais de uma modalidade. A procura pelo público aumentou e isso tornou as academias algo competitivo e rentável em termos econômicos, atingindo novo estágio de desenvolvimento.

Novo perfil
Acompanhando esse novo perfil do mercado, empresas fornecedoras de aparelhos, máquinas e outros instrumentos também se desenvolveram. Como resultado, nos anos 80, as academias, de modo geral, mantinham um vínculo de seus proprietários com a área e já se firmavam de maneira mais clara como um negócio que visava lucro. Era o segundo estágio de desenvolvimento.

Novo impulso foi garantido devido à ginástica aeróbica e sua principal divulgadora, a atriz Jane Fonda. De meados dos anos 80 até o início dos 90, a ginástica aeróbica era a grande “febre” nas academias. Aos poucos, o termo musculação substituiu o halterofilismo, conquistando um público que não tinha o objetivo de competição ou de ter corpos com grande hipertrofia da musculatura.

As mulheres também aderiram à prática da musculação, modalidade que teve a cantora Madonna como uma grande incentivadora. No Brasil, ocorreu nesse período uma abertura econômica que favoreceu o aumento das importações, auxiliando no processo de desenvolvimento das academias. Com isso, tecnologias importadas como, por exemplo, de equipamentos de musculação e de organização e gestão do trabalho, entraram com mais facilidade no País.

No final dos anos 90, chegou ao Brasil a Body Systems, com suas aulas pré-coreografadas ou aulas prontas, causando impacto significativo no mercado. Avançadas tecnologias dos instrumentos de produção e da gestão marcaram o terceiro estágio de evolução das academias. Isso incluiu investimentos tanto nos equipamentos como nas áreas administrativa, de recursos humanos e marketing, entre outras.

Com o tempo, as academias passaram a enfocar o conceito wellness. Enquanto o fitness enfatiza o condicionamento físico do indivíduo, o wellness também o engloba, mas visa à qualidade de vida e bem estar. A saúde é considerada na busca pela estética. Em academias que adotam o wellness, professores transmitem conhecimentos aos alunos e os orientam sobre vários aspectos como a importância de alimentação adequada e prejuízos da prática de exercícios em excesso.

Projeto de lei
Atualmente, com milhares de academias em funcionamento, o deputado federal Otavio Leite (PSDB/RJ) pretende, por meio de projeto de lei de sua autoria, regulamentar o funcionamento de academias de ginástica, de musculação, de natação e de escolas esportivas. Caso a proposta seja aprovada, essas empresas terão de cumprir regras estabelecidas, em regulamentos próprios, pelo Conselho Federal de Educação Física (Confef) e pelos Conselhos Regionais (Crefs).

A proposta – que tramita em caráter conclusivo, devendo ser analisada pelas comissões da Câmara Federal – classifica como empresas de interesse geral para a saúde pública as academias e escolas esportivas.

De acordo com a propositura, ao profissional de Educação Física cabe a responsabilidade técnica sobre as atividades físicas e esportivas desenvolvidas no estabelecimento. Prevê ainda que, no quadro de funcionários da empresa, tenha profissionais aptos ao atendimento de primeiros socorros.

Também está prevista no projeto de lei a apresentação obrigatória, no ato da matrícula em academias, de exame de saúde com atestado médico de aptidão física. O exame deve ser renovado anualmente. O deputado defende a necessidade de garantir à sociedade um padrão mínimo de qualidade, a fim de que os serviços oferecidos sejam satisfatoriamente aplicados.

Primeiras escolas
Para que o mercado fitness preencha seu quadro de profissionais existem as Faculdades de Educação Física. Hoje, de acordo com informações do Confef, há no Brasil 711 Faculdades de Educação Física, entre cursos de Licenciaturas e Graduação/Bacharel em Educação Física. A cada ano, no Brasil, estima-se que 100 mil profissionais de Educação Física se formem nessas faculdades (para atuação em academias ou em outra área fora da educação básica, a formação necessária é a de Graduação/Bacharel em Educação Física).

A mais antiga escola civil de Educação Física do Brasil é a Escola de Educação Física e Esporte da USP. Fundada em 1931, pelo Departamento de Educação Física do Governo do Estado como Escola Superior de Educação Physica do Estado de São Paulo.

Suas atividades começaram com a aula inaugural, em 1934, ministrada pelo professor emérito Jarbas Salles de Figueiredo. Em 1969, ela foi integrada à USP. A instituição também foi pioneira na implantação do curso de mestrado em Educação Física (1977) e de doutorado (1989).

Já a centenária Escola de Educação Física da Polícia Militar de São Paulo, fundada em 1910, é considerada a primeira escola de Educação Física do Brasil. A escola é responsável pelo treinamento físico e operacional da Corporação.

Angélica Estrada

 

CLIQUE E ASSISTA AO VÍDEO

academia-01

Matéria publicada no portal uol.

Campeonato de Surf Feminino Com Salto Alto

Não se sabe exatamente em que momento se deu a origem do surfe, sabe-se porém que esta prática de deslizar sobre as ondas há muito já era praticada pelos povos polinésios, eles que povoaram praticamente todas as ilhas do oceano pacífico, além do litoral pacífico das Américas.

Os primeiros relatos do surfe dizem que este foi introduzido no Havaí pelo rei polinésio Tahíto. Outros relatos dão conta de que muito antes dos havaianos, antigos povos peruanos já se utilizavam de uma espécie de canoa, confeccionada de junco, para deslizar sobre as ondas. O primeiro relato concreto da existência do esporte foi feito pelo navegador James Cook, que descobriu o arquipélago do Havaí e viu os primeiros surfistas em ação.

Surf

Utilizavam-se inicialmente pranchas de madeira confeccionadas para deslizar nas ondas do mar, as pranchas eram fabricadas pelos próprios usuários que acreditava-se que ao fabricar sua própria prancha se transmitia todas as energias positivas nela e ao praticar o “esporte” se libertava das energias negativas, porem os primeiros praticantes desse esporte acreditavam que sua pratica seria na verdade um culto ao espírito do mar em sua cultura original.

Na época, o navegador gostou do esporte por se tratar de uma forma de relaxamento, mas as igrejas protestantes desestimularam por mais de cem anos a prática de surfe.

O reconhecimento mundial veio com o campeão olímpico de natação e pai do surfe moderno, o havaiano Duke Paoa Kahanamoku. Ao vencer os jogos de 1912, em Estocolmo, o atleta disse ser um surfista e passou a ser o maior divulgador do esporte no mundo. Com isso o arquipélago e os esportes passaram a ser reconhecidos internacionalmente.
Na década de 1950 o esporte popularizou-se na costa oeste dos E.U.A., tornando-se uma mania entre os jovens, principalmente nas praias do estado da Califórnia. Durante as décadas de 70 e 80 o esporte espalhou-se por todo o mundo, dando início ao profissionalismo e campeonatos tendo dinheiro como prêmio.

A Austrália é o país com o maior número de campeões mundiais. A organização do campeonato mundial é responsabilidade da ASP Associação de Surfistas Profissionais.

O atual campeão mundial é Mick Fanning.

No Brasil, as primeiras pranchas, então chamadas de “tábuas havaianas”, chegaram pelas mãos de turistas e funcionários de companhias aéreas. Sabe-se que, no Brasil, o esporte foi desenvolvido e começado em Santos, [1][2] com nomes como Thomas Rittscher Júnior, Margot Rittscher, Osmar Gonçalves e João Roberto Suplicy Hafers.[3] Gonçalves era filho de um exportador de café bem-sucedido, que lhe trouxe dos E.U.A. uma revista chamada Popular Mechanic. Um dos artigos ensinava como fazer uma prancha. Foi o que Osmar fez com a ajuda dos amigos João Roberto Suplicy Haffers e Júlio Putz entre Dezembro de 1938 e Janeiro de 1939. A prancha tinha 3,60 metros e pesava oitenta kg.

Em 1952, um grupo de cariocas, liderado por Paulo Preguiça, Jorge Paulo Lehman e Irencyr Beltrão, começou a descer as ondas em Copacabana, com pranchas de madeirite. O esporte começava a popularizar-se. As primeiras pranchas de fibra de vidro, importadas da Califórnia, só chegaram ao Brasil em 1964.

Em 15 de Julho de 1965, foi fundada a primeira entidade de surfe do país – a Associação de Surfe do Estado do Rio de Janeiro. Esta organizou o primeiro campeonato em Outubro daquele ano. No entanto, o surfe só seria reconhecido como esporte pelo Conselho Nacional de Desportos em 1988. Em 1989, o shaper carioca Henry Lelot e amigos, fundaram a Feserj – Federação de Surfe do Estado do Rio de Janeiro – na época, a segunda Federação de Surfe do país. Atualmente, a entidades responsáveis pela organização no esporte no país são a Confederação Brasileira de Surfe (CBS) – filiada ao COB e há anos presidida pelo paranaense Juca de Barros, e a Associação Brasileira dos Surfistas Profissionais (ABRASP), sendo que o campeonato nacional denominado circuito SuperSurfe.

Surf
Muitos recursos são utilizados para saber como estão as ondas, especialmente a internet , onde o surfista pode conferir ao vivo, através de sites especializados, as ondas de todo o litoral brasileiro e mesmo do exterior, através das câmeras nas praias.

Pode-se também conferir os mapas e gráficos de previsão de ondas, para se programar uma viagem para a prática do surfe, garantindo assim que a viagem seja proveitosa. Este recurso só foi possível com o advento da internet, no final do século 20, antes disso, os surfistas faziam as suas viagens para surfar frequentemente sem saber como estavam as condições do mar, muitas vezes se deparando com condições adversas à prática do surfe. Outras vezes os surfistas permaneciam por longos períodos nas praias de surfe, para poder assim esperar pelas condições favoráveis à prática do surfe, desta forma porém, muitas vezes não podiam realizar outras atividades, como trabalhar ou estudar, assim o surfista tinha a sua imagem muitas vezes associada a de um desocupado, ou vagabundo.

Com o advento da previsão das ondas, abriu-se um novo horizonte para a prática do esporte, fazendo com que o surfista pudesse programar a sua vida, tornando assim a sua viagem muito mais proveitosa, podendo realizar outras atividades úteis durante o período de espera das ondas, com o tempo a associação da prática do surfe com a vagabundagem foi desaparecendo.

Já foi o tempo em que o surf era considerado um esporte para homens. Além da mulherada ter tomado conta da modalidade nos últimos anos, um grupo de mulheres russas levou a prática para outro patamar. Elas sobem na prancha de salto alto, tem noção?

Foi um grupo de mais ou menos 30 mulheres lindas que protagonizaram um campeonato de surf um pouco incomum em Bali, na Indonésia.
Todas tinham como requisito para participar desta competição de surf, estar de salto alto e em vestido de gala (não obrigatório).

 

  

Assista ao vídeo.

surf

Ouça Já As Músicas Mais Tocadas Nas Academias

Música é um fator essencial e excelente para motivar pessoa a praticar esportes e atividades físicas.

Praticar esportes ou atividades físicas sem escutar música acaba se tornando algo muito entediante. Porém, não basta ser qualquer uma. Ela deve contagiar e induzir ao movimento, em muitas academias músicas eletrônicas são usadas para despertar essas sensações nas pessoas em outras músicas latinas são uma segunda alternativa.

Existem pessoas que vão para a academia porque tem um objetivo e com o tempo acabam indo pelo clima que o ambiente proporciona. Por isso é ideal que a academia ofereça os melhores equipamentos, profissionais e um excelente som.

E nós dos seja fit sabemos que dentre esses fatores o mais difícil de ser encontrado são as músicas, aqueles em que escutamos quando estamos malhando na academia. Seria perfeito se tivéssemos fácil acesso a elas e pudemos escutar em qualquer lugar, não seria?

Por isso criamos o nosso canal no SoundCloud. Nele reunimos as melhores músicas que tocam nas academias de todo o pais.

Ouça agora!

1 hora com as músicas mais tocadas, mixadas energeticamente.

Abuse do que lhe motiva a se tornar cada dia melhor. Ouça músicas que lhe instigue a mover e aproveitar o máximo dos seu dia com saúde e disposição.

Sinta-se a vontade para comentar.

Saiba mais sobre a Kikos Fitness acessando www.kikos.com.br

Confira também matérias sobre saúde, bem estar, emagrecimento, prevenção de doenças e muito mais acessando o nosso blog www.kikos.com.br/sejafit

Malhar Nu Vira Moda no Exterior

Moda naturalista se espalha, passa por yoga, natação e até mesmo pelo crossfit, mas é preciso cuidado com os perigos da prática sem proteção.

Já se imaginou treinando pelado? A ideia pode parecer estranha demais para ser verdade, mas já vem acontecendo no hemisfério norte há algum tempo. E não é só em clubes de nudismos. As “naked” (nu em inglês) aulas estão se espalhando por vários lugares. O que no passado passou pela natação, recentemente chegou ao crossfit e se estabeleceu no yoga.

Malhar - homem nu yoga (Foto: Getty Images)
Naked Yoga é moda em Nova York (Getty Images)

Nos Estados Unidos, antes do anos 60, a exigência de nadar sem sunga era baseada na funcionalidade e higiene. O tecido dasroupas de banho da época prejudicava o sistema de filtro e a exposição do corpo permitia que pequenos machucados pudessem ser percebidos, o que evitava a transmissão dedoenças de pele. Com a evolução dos tecidos e dos produtos de higienização da água, a moda “peladona” dentro da água ficou no passado. Mas parece querer voltar.

Na Dinamarca, no norte europeu, a aula de “naked crossfit” foi lançada como uma piada de 1º de abril pela academia Spartan Mentality, mas a grande procura levou os donos a realmente lançarem a nova modalidade, que não durou muito por causa do grande assédio da mídia.

Menos conservadora, Nova York já estabeleceu a nova tendência, pelo menos no mundo da yoga. O estúdio Bold & Naked, estabelecido há sete anos, decidiu oferecer aulas sem roupa e adivinha? Sucesso total.

Embora nudez e sexo estejam relacionados na maioria das vezes, os praticantes defendem um ponto de vista bem mais profundo. O porquê da nudez segundo o blog do estúdio é “estar confortável e confiante na sua própria pele. É saber aceitar e amar você mesmo”.

A intensão não é sexual, mas é inevitável pensar que, com tanta gente nua, não ocorra algum incidente involuntário. Por isso, antes que os iniciantes questionem o que fazer, o FAQ do site já adianta:

“E se eu tiver uma ereção? Isso raramente acontece, mas se acontecer está tudo bem, não é motivo para se envergonhar. Ereções acontecem por vários motivos e não são limitadas à atração sexual. O yoga movimenta muita energia no corpo e, às vezes, a ereção pode ocorrer. Mas assim que você começar a se mover, não há como uma ereção ser mantida, por causa da natureza física do Vinyasa Yoga.”

Malhar nú - sejafit
E se a moda de treinar nu pega no Brasil, você adere? (Foto: Getty Images)

Independentemente do seu autocontrole e da sua autoconfiança para ficar confortavelmente nu em posições diversas, algumas questões vem à tona quando o assunto é treinar sem roupa. Éhigiênico? Como fica a proteção da pele? Aumenta o risco de contrair doenças de pele? Quais contaminações podem afetar as partes íntimas com mais facilidade?

Correr descalço pode não causar lesões, mas sem top causa dores nas mulheres com seios de médio a grande. Para os homens, vale a mesma regra. As partes íntimas precisam de certasustentação. A musculação também não é muito indicada. Já imaginou a quantidade de micoses e fungos que é possível adquirir sentando em um aparelho com o suor de outra pessoa? Nospinning, além de um selim muito confortável, ele precisaria ser pessoal por questões higiênicas. Por outro lado, a natação e o surfe, por exemplo, não parecem perigosos. Porém, seria preciso uma praia particular ou nudista para o segundo exercício. E o yoga, desde que cada um leve seu próprio tapete e saiba se concentrar nos exercícios, também não deve ser um problema.

 

Matéria publicada no site do EuAtleta.

Casório Fitness – Um Casamento Diferente

Derrick e Brittany Martin se conheceram enquanto faziam exercícios em uma academia em Los Angeles, nos Estados Unidos. Desde então, os dois apaixonados por esportes passaram a se relacionar e logo resolveram casar.

Fitness 02

Photo-Ampd-Photography-1-934x

Fitness 3

Mas, eles escolheram inovar em relação às festas tradicionais. Para quem conhece o casal, não foi uma surpresa o casamento ser baseado em seu tema preferido: o fitness.
Tudo na cerimônia foi inspirado em academias de ginástica, desde a decoração da festa, até o álbum de fotos com poses inusitadas.

Veja mais imagens:

Casamento Fitness - 01Se sair da linha, já sabe...

Casamento - 02Um pouco de descontração

Casamento - 03Decoração 01Decoração 02Decoração 03

Pose pra foto 01equipe fitness

Decoração 04

Matéria publicado pelo site CatracaLivre

28 Lutadores Que Podem Salvar o Brasil no UFC

O Brasil já esteve no topo da lista de campeões do UFC, junto aos Estados Unidos. Mas as quedas de Renan Barão, Anderson Silva e Júnior Cigano deixaram dúvidas quanto ao futuro do país como potência da organização, ainda que o número de lutadores verde-amarelos seja o segundo maior dentro do Ultimate. Mas calma! Mostramos a seguir que não há motivo para pânico. Confira 28 atletas que podem “salvar” o MMA do Brasil no UFC.

UFC - Thomas Almeida 

Thomas Almeida, 23 anos.

Acabou de ser contratado pelo UFC, para brigar na categoria galo.
O paulistano cresceu no muay thai e integra a Chute Boxe.

Em seu cartel invicto, o que mais impressiona são as vitórias,
17, sendo 13 por nocaute e quatro por finalização e o fato de ele já ter experiência em bons eventos, como o Legacy.

 

 

 

UFC - Claudinha Gadelha

Claudinha Gadelha, 25 anos.

Cria da Nova União, academia que revelou José Aldo,
ela fez a primeira luta peso palha da história do UFC e, com uma boa atuação, venceu por pontos.

Claudinha está invicta em 12 combates, venceu seis deles por finalização
e está numa posição ótima para disputar o cinturão quando o Ultimate o lançar.

 

 

 

 

UFC - Antonio Cara de Sapato

 

Antonio Cara de Sapato, 24 anos.

O peso pesado companheiro de treinos de Júnior Cigano,
se destacou no jiu-jítsu antes de entrar no TUF Brasil 3 e deixar o reality show com vitórias impressionantes e o título de campeão.

Cara de Sapato está invicto nos 4 combates profissionais que fez e vai levar ao UFC,
a mistura de sua juventude, o bom chão e uma trocação que evoluiu rapidamente com sua entrada no MMA.

 

 

 

 

UFC - Warlley Alves

 

Warlley Alves, 23 anos.

Outro campeão do TUF Brasil 3 – uma edição do reality marcada por coroar realmente uma geração jovem.
O meio-médio Warlley Alves mostrou um jogo completo, baseado no kickboxing,
e não teve competição para chegar ao contrato com o UFC
totalizando sete vitórias na carreira, sendo quatro por finalização.

 

 

 

 

UFC - John Lineker

John Lineker, 24 anos.

Já bem conhecido por sua carreira nos moscas do UFC,
Lineker está sempre próximo do cinturão, mas ainda não deu o passo definitivo,
principalmente após perder para Ali Baugatinov.

Seu maior problema é o peso, que já lhe rendeu problemas em pesagens,
mas suas “Mãos de Pedra” são das mais perigosas da divisão, um risco real ao campeão Demetrious Johnson.

 

 

 

 

 

UFC - William Patolino

William Patolino, 23 anos.

Pintou como uma enorme revelação no TUF Brasil 2,
mas frustrou com sua atuação na final. O carioca desceu do salto desde então,}
retomou os treinos duros, voltou ao UFC vencendo Bobby Voelker
e agora pode seguir o caminho do cinturão nos meio-médios.

 

 

 

 

UFC - Charles do Bronx

Charles do Bronx, 24 anos.

Eterna revelação. O paulista já é veterano no UFC, está na organização desde 2010,mas nunca decolou.
Qualidade para isso, ele já provou que tem de sobra, com algumas das finalizações mais ousadas do evento.

Resta conseguir um embalo, uma sequência de vitórias que prove todo o seu potencial.

 

 

 

 

UFC - Lucas mineiro

Lucas Mineiro, 25 anos.

Só agora Lucas se encontrou em seu peso, o pena.
Ele estreou no UFC como leve, e depois baixou para galo.
Em seu compromisso mais recente, pôde lutar enfim como pena e venceu Alex White com sobras e um show em pé, totalizando agora 15 vitórias e apenas uma derrota.

Ele é mais um fruto da Chute Boxe, de São Paulo, e ainda que tenha variado de categorias no Ultimate, já soma três triunfos seguidos.

 

 

 

 

UFC - Jessica Andrade

Jessica Andrade, 22 anos.

Apesar de começar a carreira no Ultimate com derrota para a forte Liz Carmouche,
venceu as duas lutas seguintes e aparece na nona colocação do ranking peso galo.

Uma vitória contra Valerie Letourneau em seu próximo combate deve render um bom crescimento,
especialmente se ela conseguir desenvolver seu forte jogo de chutes e também no chão, com o ground and pound.

 

 

 

 

UFC - Marcio Lyoto

Marcio Lyoto, 25 anos.

Apelidado assim por conta do estilo baseado no caratê, como Lyoto Machida,
ele foi vice-campeão dos meio-médios no TUF Brasil 3 com boas atuações, ficando atrás só de Warlley Alves, grande destaque neste peso.

Mesmo assim, juntou-se à organização, aguardando agora a chance de colocar seu cartel de 12 vitórias e 1 derrota em jogo.

 

 

 

 

UFC - Dudu Dantas

Dudu Dantas, 25 anos.

Já é uma estrela, mas não do UFC.
Ele é campeão peso galo do Bellator, tendo atingido o ápice do evento ao mesmo tempo em que o companheiro de equipe Renan Barão reinava no Ultimate.
Com 16 vitórias e três derrotas e um jogo muito forte na luta em pé, Dudu já poderia estar há muito tempo no UFC,
mas preferiu trilhar outro caminho para crescer e, quem sabe, chegar como um astro para arrebatar o cinturão que hoje é de TJ Dillashaw.

 

 

 

 

UFC - Larissa Pacheco

Larissa Pacheco, 19 anos.

Muito jovem, Larissa já é campeã do Jungle Fight e ostenta um cartel invicto em dez combates,
nunca deixou a decisão na mão dos juízes.
A lutadora tem mão pesada e uma vasta gama de finalizações, e até aqui não achou concorrentes à altura,
lutando no peso galo – o mesmo de Ronda Rousey.

 

 

 

Toninho Fúria

  Toninho Fúria, 25 anos.

Chamado, na verdade, Gleristone Santos, Toninho Fúria é experiente,
com 30 lutas e 26 vitórias no cartel, e é considerado o melhor peso pena a atuar no Brasil,
o problema é que o UFC tem muitos brasileiros neste peso atualmente.

Invicto desde 2011 e lutando em eventos variados, ele soma desde então três finalizações, três nocautes e duas vitórias por pontos.

 

 

 

 

Renato moicano

 

 

Renato Moicano, 24 anos.

Campeão interino peso pena do Jungle Fight, já lutou com gente grande como Iliarde Santos
e segue invicto em nove lutas, com oito vitórias e um empate.

Apesar de nunca ter nocauteado, é forte no chão e já conseguiu quatro finalizações.

 

 

 

Sheymon Morales

Sheymon Moraes, 23 anos.

Peso galo do time de Minotauro e Minotouro, Sheymon é uma grande aposta dos veteranos para brilhar num futuro próximo,
por conta principalmente do seu muay thai.

Já são seis lutas, com seis vitórias – foram quatro nocautes, sendo o mais recente com uma cotovelada, em 20 segundos de luta no Nitrix.
Está de contrato assinado com o WSOF depois de ver a carreira dar uma atrasada por conta de lesões.

 

 

 

Allan - Puro Osso

Allan “Puro Osso” Nascimento, 22 anos.

Jovem, mas com 13 vitórias e só duas derrotas no cartel,
o paulistano peso mosca se destacou no XFC e finalizou dois rivais no evento internacional.

Com bom tamanho para o peso, ele tem os chutes como arma e também possui um repertório vasto no chão para encerrar a luta.

 

 

 

Adriano Moraes

Adriano Moraes, 25 anos.

Peso mosca de Brasília, Adriano já está alçando voos internacionais e é uma aposta no One FC.

Apesar de ter estreado com sua única derrota na carreira na organização, por pontos, em decisão dividida,
recuperou-se bem e finalizou seus dois rivais seguintes, ganhando respeito para manter uma caminhada ascendente.
Sua próxima luta vale cinturão no One FC.

 

 

 

Herica Tiburcio

Herica Tiburcio, 22 anos.

Não se engane pela idade e o capricho na foto, a peso palha é completa, com muita técnica em pé e um jiu-jítsu eficiente.
Mesmo numa categoria leve, bate forte e vem crescendo.

Conheceu duas derrotas recentemente, mas já se recuperou com três triunfos consecutivos.

 

 

 

Karl Marx Mazone

Karl Marx Manzoni, 23 anos.

Com nome de filósofo e uma carreira como professor de história,
Karl Marx é um peso mosca talentoso na trocação e que soma quatro triunfos na carreira,
sendo apenas o último por pontos.

 

 

 

Alexandre Capitão

Alexandre Capitão, 25 anos.

Peso pena campeão do Jungle Fight, o amazonense tem uma carreira ainda irregular,
mas já provou que se tem a chance, não perde finalizações.

São 12 em 16 vitórias que teve.

 

 

 

Goiti Yamauchi

Goiti Yamauchi, 21 anos.

Goiti, na verdade, é nascido no Japão, mas tem raízes brasileiras – aos 3 anos mudou-se para Curitiba.
Começou no MMA antes da maioridade, em 2010, e já rodou muito: são 17 vitórias e duas derrotas,
chegando ao Bellator e ostentando 13 finalizações no currículo.

 

 

 

 

Luiz Henrique KLB

Luiz Henrique KLB, 25 anos.

Fica claro que o maior potencial brasileiro está do meio-médio para baixo, com representantes das categorias mais leves brotando com facilidade.
Entre os mais pesados, a coisa é mais complicada.
Luiz Henrique foge à regra e vem numa carreira não perfeita, mas sólida. São cinco vitórias, um no contest e só um revés entre os meio-pesados.
Com mãos pesadas, ele nocauteou três rivais e desde 2012 só conhece vitórias.

 

 

 

 

Vinicius Gigantinho

Vinicius Gigantinho, 22 anos.

Como Luiz Henrique KLB, Gigantinho se destaca em categorias mais fortes.
Peso pesado, mas dono de um grande condicionamento físico, soma oito vitórias e três derrotas.
Em sete dos triunfos, o lutador de Brasília nocauteou seus rivais, boa parte deles no primeiro round.

 

 

 

 

“Bônus”. Alguns lutadores passam da marca dos 25 anos, mas ainda estão jovens o suficiente para brilharem e ajudarem a mostrar uma nova geração que vá brilhar no MMA internacional. Na imagem abaixo, entre os homens, os destaques são Marlon Moraes (acima) , campeão dos galos do World Series of Fighting, Patricio Pitbull (à direita), uma das estrelas do Bellator, e Douglas Lima (esquerda), campeão meio-médio do Bellator.

Patricio Pitbull

“Bônus” 2. Entre as mulheres, o Brasil ainda tem mais duas esperanças maiores de 25 anos no UFC. A mais forte é Amanda Nunes, oitava no ranking do UFC. Bethe Correia é a décima colocada e vem se destacando pelo marketing pessoal. Isso porque ela venceu uma das integrantes do time de Ronda Rousey e agora segue atrás das companheiras da campeã, para tentar chegar ao cinturão. Provocativa, ela achou uma boa estratégia para se destacar.

Matéria publicada pelo site Uol.

#TOP 5 APPs Que Cuidam da Sua Saúde

Um aplicativo para celular que ajuda o usuário a cuidar de sua saúde.

A ideia parece ter saído de um filme futurista, mas já está acessível a todos aqueles que têm um smartphone. A variedade é grande, as opções vão desde programas úteis para controlar a diabetes até outros capazes de ajudar fumantes a largarem o vício.

Confira cinco aplicativos úteis para você cuidar melhor de si mesmo.

Apps que cuidam da saúde

Para baixar e conhecer melhor a usabilidade dos aplicativos acesse o Google Play e pesquise pelo nome do app de saúde em caso de smartphones que utilizam o sistema Android, em Loja, caso o sistema seja Windows ou vá em App Store caso o seu smartphone possua sistema IOS.

Matéria publicada no site EuAtleta

Nova Música Fitness Disponível Para Aulas de Spinning

Uma companhia agradável para todas as horas e na acadêmia não seria diferente. Uma boa música lhe leva a superar desafios e lidar com as dificuldades de forma natural.

Abuse do que lhe motiva a se tornar cada dia melhor. Ouça músicas que lhe instigue a mover e aproveitar o máximo dos seu dia com saúde e disposição.

Spinning - Fitness song

Sinta-se a vontade para comentar.

Saiba mais sobre a Kikos Fitness acessando www.kikos.com.br

https://soundcloud.com/conte-do-kikos/kikos-workout-motivation-spinning-set?maxwidth=auto

Neymar e Bumbum do Hulk São Destaque nas Redes Sociais

Neymar
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Um  levantamento realizado na última segunda-feira, dia do jogo entre Brasil e Camarões, apontou que o nome de Neymar apareceu em 30% das postagens feitas sobre a Seleção no Facebook, no Twitter e no Instagram.

A maior parte das publicações dizia que Neymar era o melhor em campo e que ele estava carregando o time nas costas. Bruna Marquezine, namorada do Neymar, foi citada em 1% das mensagens.

 

 Atuação insatisfatória de Hulk na partida é
comentada nas redes sociais.

Hulk
Foto reprodução / Google

Destaque de Neymar em campo no jogo
contra  Camarões refletiu nas redes sociais.

 

Hulk foi mencionado em 14% dos comentários feitos a respeito da equipe. Desse total, 35% falavam sobre o bumbum do atleta e 1%, sobre a atuação insatisfatória do atacante na partida.

Segundo a análise, menos de 300 postagens citaram o fato de o duelo no Mané Garrincha ter sido o 100º da Seleção em Mundiais.

 

Matéria publicada no site do terra.

 

 

Praticada Por Bündchen, Acroyoga Deixa Pele Firme e Emagrece

Hit do  momento entre as famosas, uma modalidade que mescla exercícios da yoga convencional com a acrobacia e a massagem tailandesa vem fazendo o maior sucesso no Brasil por relaxar, fortalecer a musculatura e deixar a pele do corpo 100% durinha.

Chamada de acroyoga, a novidade – aderida pelas modelos Gisele Bündchen e Izabel Goulart e pela atriz e apresentadora Grazi Massafera – pode ser praticada por pessoas de todas as idades, pois trabalha muito a força e o equilíbrio.

Acroyoga

A atividade é dividida em dois tipos de posições: o primeiro corresponde aos movimentos acrobáticos, que usam a energia e explosão do corpo. Já o segundo, diz respeito às manobras terapêuticas, que são mais calmas e relaxantes. Juntos, eles trazem diversos benefícios para o corpo, como maior flexibilidade, consciência corporal e enrijecimento muscular.

“Muitos músculos são trabalhados durante a prática, devido aos exercícios de força e alongamento, principalmente dos quadríceps (músculos da coxa), do peitoral e dos músculos do abdômen, dos glúteos e da região dorsal. Por isso, apenas uma aula queima entre 300 a 400 calorias, além de ajudar a definir a silhueta e reduzir medidas”, ressalta Elaine Lilli, terapeuta psico-corporal e criadora da técnica.

O maior diferencial da acroyoga está na interação entre os participantes. Tudo é feito em duplas, trios ou grupos, o que favorece a socialização e a importância de aprender a ouvir e manter o entrosamento. Além disso, há o trabalho de confiança, já que as posições deixam os praticantes completamente fora do chão, apoiados apenas pelas pernas dos companheiros.

“As séries podem ser feitas até mesmo por crianças com mais de quatro anos e não têm limite máximo de idade, porque tudo depende das condições físicas motoras gerais de cada um”, informa a especialista no assunto.

Acroyoga

Mesmo sendo divertida e altamente benéfica para a saúde e o corpo, a acroyoga deve ser sempre praticada na presença de um profissional. “É fundamental ter a orientação e supervisão de um professor formado pelo método e que tenha conhecimentos de biomecânica e anatomia, pois a modalidade exige técnicas complexas e possui manobras radicais que oferecem riscos de acidentes e lesões se forem feitas de forma inadequada”, ressalta.

Algumas posições
A prática da acroyoga costuma começar com as posições aeróbicas e passar para as terapêuticas somente depois. É possível também fazer apenas um dos tipos por vez, desde que se termine um antes de começar o outro. O objetivo é sempre encerrar os exercícios com relaxamento. Por isso, no fim, tem a parte da massagem tailandesa (famoso sistema de massagem e alongamento assistido).

 

Walking Dance – Dançando na Esteira

Parece que a onda de combinar modalidades de fitness chegou para ficar. A mais nova aula oferecida pela Bodytech (SP) é uma junção de dança com caminhada. “A bailarina Helô Gouveia foi quem desenvolveu a técnica. Aí, a academia resolveu sistematizar a ideia”, conta Eliane Toledo, professora de educação física e personal trainer. Isso quer dizer que a rede investiu em estudos minuciosos antes de adicionar o treino à grade. “Analisamos o gasto calórico, o impacto nas articulações e a reação do organismo aos movimentos.” O resultado desse esforço foi uma sessão de exercícios turbinada, capaz de torrar até 600 calorias em 45 minutos. “Já dá para ver o corpo secando depois de apenas um mês, mas para isso é preciso frequentar a aula duas vezes por semana.”

Diversão garantida

Esqueça o que você acha que sabe sobre a caminhada. Quando o ritmo entra em cena, tudo muda. Os braços seguem as batidas e o trabalho feito com os membros inferiores se intensifica. A aula dá direito a remexidas e até a fundos na esteira — aquele exercício em que você caminha pra frente, flexionando os joelhos até o chão. As alunas em nível mais avançado conseguem até andar de costas. Ou seja, é preciso disposição. Por isso, deixe a preguiça do lado de fora da sala. “A velocidade e a intensidade dos movimentos aumentam a cada minuto”, conta Eliane Toledo. Além disso, a inclinação do equipamento é usada para aumentar o desafio. Dessa forma, aqueles minutos sem graça na esteira se transformam em uma atividade lúdica e cheia de benefícios à forma e à saúde.

Vídeo - Dançando na Esteira - SejaFit

Assista ao vídeo

Sinal vermelho

Deu vontade de correr para a esteira? Calma lá. Nem todo mundo pode participar da aula. “Ela é contraindicada para gestantes e pessoas com labirintite, dores articulares e osteoporose”, alerta Eliane Toledo. Você não está grávida, não tem nenhuma dessas complicações listadas acima e já quer partir para o ataque? Segure a onda mais um pouquinho. “Antes de sair dançando por aí em cima do aparelho é necessário consultar um médico para realizar os exames de rotina, só para garantir que a saúde está em dia mesmo.” Depois disso, ainda vale conversar com o professor da academia, pois o profissional está capacitado para reconhecer a intensidade e velocidade ideal para cada pessoa — é ele quem acompanha e corrige os erros mais comuns, como as falhas de postura.

Garrafa na mão

É essencial levar o squeeze para a sala de aula. O corpo transpira bastante, então você vai precisar repor o líquido durante um movimento e outro. Lembre-se de encher o recipiente antes de começar a dançar, ou você vai ter de parar no meio.

Ritmo contagiante

A batida da música dita os movimentos. Confira os estilos que mais são usados:

– Hip Hop;
– Pop Dance;
– Samba;
– Salsa;
– Disco Music;
– Bollywood;
– Mambo;
– Rock and Roll

Benefícios que se perdem de vista

– Aumenta a resistência cardiovascular;
– Seca a gordura;
- Previne a osteoporose;
– Aperfeiçoa a coordenação motora;
– Intensifica a capacidade respiratória;
- Turbina a concentração;
- Desenvolve o equilíbrio;
– Aprimora a memória;
– Ameniza os sintomas depressivos;
– Combate o estresse;
– Melhora a disposição psicológica

Fones de Ouvido Fitness Sem Fio Monitora os Batimentos

Um projeto do Kickstarter chamado deDash, um par de fones de ouvido inteligentes, tinha um objetivo um tanto modesto de arrecadar US$ 260 mil para começar a sua produção. Mas o projeto foi tão bem aceito que quebrou a barreira dos US$ 3 milhões. Os fones de ouvido são discretos, completamente sem fio, e reproduzem música via bluetooth ou através de um leitor de música incorporado de 4GB.

Para aqueles que não são familiarizados com os fones de ouvido para o esporte o Dash é, essencialmente, um par de fones de ouvido sem fio que vem com controles de toque. Isso acaba com a necessidade de botões ou cabos, o fone de ouvido direito permite aos usuários ajustar o volume, a tracklist, tocar, passar a faixa e o fone de ouvido esquerdo comanda os dados do treino e monitora os batimentos cardíacos.

Os fones de ouvido também tem a função de monitorar a frequência cardíaca, mostra o nível de saturação de oxigênio (VO2), além de ser resistente à água até um metro de profundidade.

O designers garantem que o fone não escapa da orelha mesmo em atividades de muita agitação do corpo, para os mais radicais existe um prendedor para a cabeça.

Para segurança em treinos nas ruas é possível colocar no modo “transparente” que permite que os sons do ambiente sejam escutados durante o esporte, sons de carros que se aproximam, buzinadas e etc.

Outro diferencial do fone é um aplicativo que permite um acompanhamento dos dados biométricos e dados do portador, tais como distância percorrida, tempo decorrido, e assim por diante.

O Dash foi desenvolvido por uma empresa alemã (Foto: Divulgação)

O aparelho pode fazer a grande maioria dessas funções sem um smartphone ligado, graças a uma tecnologia que reúne tudo no aparelho do ouvido: um pequeno processador ARM, acelerômetro de três eixos, conversor analógico-digital, processador de sinal digital , bateria, termômetro, e vibração do alto-falante e microfone.

Se estiver interessado em fazer o seu pedido pode acessar o site da empresa Bragi, o modelo mais barato sai por US$ 299,00. É possível reservar para quando o aparelho começar a ser produzido.